Menu Fechar

Português de Desporto (PD)

Português de Desporto

Os cavalos da Península Ibérica foram classicamente divididos em dois grupos ou troncos: os póneis ‘celtas’ (Equus caballus celticus) e os cavalos ‘ibéricos’.

Os póneis do tronco Equus caballus celticus apresentam uma estatura pequena, perfil recto ou côncavo e habitam principalmente regiões frias, húmidas e montanhosas.  Os representantes vivos deste grupo subdividem-se em raças como o Garrano, em Portugal, e o Asturcón e o Pottoka, em Espanha. Verifica-se uma maior proximidade genética entre o Garrano e o Asturcón.

Os cruzamentos inter-raciais que ocorreram ao longo dos tempos na Península Ibérica, incluindo com raças trazidas por povos que ocuparam este território em diferentes períodos históricos,  desde o domínio romano às invasões germânicas e árabes, conduziram à diferenciação das três raças que, em Portugal, se podem considerar verdadeiramente autóctones: o Lusitano, o Sorraia e o Garrano.